12ª CINEBH TEM PROGRAMAÇÃO PARA TODA A FAMÍLIA NESTE SÁBADO

Mostrinha, apresentação teatral e show na Praça Duque de Caxias são destaques do dia. Para os adultos, as dicas são a pré-estreia de Espera, de Cao Guimarães; e Ferrugem, de Aly Muritiba, além de show d’O Grivo

No sábado, 01 de setembro, a 12ª CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte intensifica atividades voltadas para o público infantojuvenil, que poderá conferir sessões de cinema, shows e performances teatrais. Para os adultos, as atrações também são muitas, com pré-estreia de filmes nacionais e internacionais, debates com realizadores e sobre o mercado, show, videoperformance e flash mob. Tudo de graça. O penúltimo dia de programação marca ainda o encerramento do 9º Brasil CineMundi – Internacional Coproduction Meeting.

 Veja o que mais acontece no evento na data.

 PARA TODA A FAMÍLIA

O sábado terá muitas atividades para toda a família. A partir das 10h, o Sesc Palladium recebe a “Mostrinha + Sabadinho”, com atividades de cinema, teatro e circo. Após a exibição de curtas, o público vai curtir o espetáculo "Música para brincar | Quintal da Guegué", que levará diversão para todos. Participam das atividades o Palhaço Sufoco e os personagens da Turma do Pipoca.

 Já no Cine Sesc na Praça (Praça Duque de Caxias), a atração será o show de Maurício Tizumba e Tambor Mineiro, às 11h. Tizumba é um dos ícones da cultura mineira e se destaca por fazer um percurso de grande relevância do congado mineiro, manifestação cultural e religiosa que resiste há mais de três séculos como símbolo da cultura negra em Minas Gerais. Às 15h, no mesmo local, será a vez do grupo Trampulim, com o espetáculo “Uma surpresa para Benedita”.

No MIS Santa Tereza, a Mostrinha traz “O colar de Coralina”. A história se passa no final do século XIX, na cidade de Goiás Velho, antiga capital do estado, em diversos episódios da infância da poeta Cora Coralina, narrados de forma lúdica e envolvente. Mais uma vez, estarão presentes os personagens da Turma do Pipoca e o Palhaço Sufoco. A sessão, que terá 100% de acessibilidade (audiodescrição, libras e legendas descritivas), começa às 16h30.

NAS TELAS

No Cine Humberto Mauro (Palácio das Artes), a programação começa às 14h, com a Mostra Diálogos Históricos, que traz a produção mexicana “Vítimas do Pecado”. O longa, de 1950, foi escolhido pelo crítico e professor João Luiz Vieira, que comentará a sessão após o término. O bate-papo com o público será mediado por Francis Vogner dos Reis.

Às 17h, a Mostra Contemporânea tem um destaque mineiro: “Espera”, o novo filme de Cao Guimarães. O cineasta estará presente na exibição e participará de um debate após a sessão, juntamente com a equipe do longa, mediado pelo curador Marcelo Miranda. A terceira e última parte de “La Flor”, que integra a Mostra Homenagem, entra em cartaz às 19h.

Um pouco antes, às 18h30, o MIS Santa Tereza exibe a pré-estreia do argentino “Cocote”, como parte da Mostra Pontes Latino-Americanas. Às 20h30, será a vez de “Ferrugem”, de Aly Muritiba, vencedor do Festival de Gramado na categoria Melhor Filme em 2018.

Ali ao lado, no Cine Sesc na Praça, instalado na Praça Duque de Caxias, a Mostra Clássicos na Praça traz “Os embalos de sábado à noite”, a partir das 21h. Após a sessão, haverá flash mob com os artistas do grupo Toda Deseo.

No Cine Sesc Palladium, a atração será a Mostra A Cidade em Movimento. Às 19h, a temática Acontecimentos traz os filmes “Logo após” (MG) e “Desacertos” (MG). Representantes dos curtas participarão de uma roda de conversa na sequência, com a presença da professora de cinema Tatiana Carvalho Costa e da curadora Paula Kimo.

Às 20h30, será a vez da Série 4 de curtas da Mostra Contemporânea, com “Tempestade” (MG), “Cravo, Lírio e Rosa” (RJ), “Aos meus pés” (CE) e “Ao final da conversa eles se despedem com um abraço” (RJ).

PROGRAMA DE FORMAÇÃO AUDIOVISUAL E BRASIL CINEMUNDI

O Programa de Formação Audiovisual, que promove a capacitação de profissionais e troca de experiências entre diferentes agentes do setor, encerra suas atividades neste sábado, com o debate “Estratégias de Distribuição e Promoção de Filmes”.

Participam do encontro a distribuidora e produtora da Fidalgo Films, Fernanda Rennó (Noruega); o distribuidor da Juste Doc, Jacques Pelissier (França); e a curadora da Vitrine Filmes, Talita Arruda (Brasil). A mediação do debate, que acontece no Teatro João Ceschiatti, das 16h30 às 18h, será do curador da CineBH e colaborador do Brasil CineMundi, Pedro Butcher (RJ).

A agenda de relacionamento do Brasil CineMundi também chega ao fim também neste sábado, com a entrega dos certificados aos convidados, produtores e diretores dos projetos selecionados desta edição, às 18h30, na Tenda Brasil CineMundi (Palácio das Artes).

ARTE

A CineBH envolve o cinema e outras artes. Por isso, a atração da noite no Palácio das Artes será o Cine-Concerto com O Grivo, que convida o artista Roberto de Freitas para apresentar o espetáculo “Cinesônico”, composto por obras cinematográficas fundamentais do período mudo com trilhas sonoras executadas ao vivo. As trilhas são resultado de profunda pesquisa musical dos artistas, que utilizam instrumentos musicais tradicionais, instrumentos modificados, instrumentos eletrônicos, objetos sonoros e máquinas sonoras. A performance acontece às 21h, na Sala Juvenal Dias (Palácio das Artes).

O sábado também será o último para o público conferir a videoperformance dos artistas VJs Brahyan e Fabiano Fonseca, do Estúdio de Tecnologia Criativa, no Cine Lounge.

TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.