13ª CINEBH RECEBE INSCRIÇÕES GRATUITAS DE ESCOLAS PARA O PROGRAMA CINE-EXPRESSÃO - A ESCOLA VAI AO CINEMA

Professores e educadores interessados em levar suas turmas para a Mostra podem fazer as inscrições até o dia 2 de setembro pelo site wwww.cinebh.com.br. Evento será entre os dias 17 e 22 de setembro, na capital mineira.

 

Professores e educadores da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) já podem inscrever seus alunos para participar do programa Cine-Expressão - A Escola vai ao cinema, que ocorrena programação da 13ª CineBH - Mostra Internacional de Belo Horizonte. O programa possibilita conscientizar, sensibilizar e envolver o universo educacional no contexto do audiovisual, promovendo encontros e debates entre o público estudantil de diversas faixas etárias e realizadores do mercado audiovisual brasileiro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dia 2 de setembro (segunda-feira), com horário limite de 22horas, pelo site www.cinebh.com.br. A CineBH será realizada entre os dias 17 e 22 de setembro.

Nesta edição, serão exibidos 14 filmes em seis sessões (13 curtas e um longa), sempre com a realização de um debate na sequência. As projeções serãonos dias 18 e 19 de setembro, quarta e quinta-feira, em três espaços culturais da capital mineira: Mis Cine Santa Tereza (plateia com 120 lugares), Teatro Sesiminas (plateia com 600 lugares) e no Sesc Palladium (Grande Teatro - plateia com 1000 lugares).

Para as crianças de 5 a 7 anos, serão exibidos, nos dias 18 e 19, as animações A galinha ruiva (Irson Jr/ES), As aventuras do Chauá (produção coletiva de alunos da Escola Municipal Santo Antônio do Norte, ES) e as ficções O resgate (Arthur Roedel/SC), Dono de casa (Anderson Lima/MG) e Sansão (David Azevedo/MG).

A turminha entre 8 e 10 anos, poderá conferir, também nos dias 18 e 19, a animação Vivi Lobo e o quarto mágico (Isabelle Santos e Edu MZ Camargo/PR) e os curtas Dela (Bernard Attal/BA), Guri (Adriano Monteiro/ES) e O Fim do Recreio (Vinicius Mazzon e Nélio Spréa/PR).

Para os estudantes de 11 a 13 anos serão exibidos, no dia 19, os curtas O som do artilheiro (Filipe Parolin/PR), O véu de Amani (Renata Diniz/DF), Bicho do Mato (Juliana Sanson/PR) e Cor de Pele (Líviia Perini/PE). E para os jovens, a partir de 14 anos, será exibido, no dia 19, o documentário em longa-metragem Espero tua (re)volta (Eliza Capai/RJ).

 

CONFIRA ABAIXO A SINOPSE DOS FILMES E INFORMAÇÕES SOBRE AS SESSÕES:


 Sessão de Curtas
Faixa etária sugerida: 5 a 7 anos
18/9, às 14h – MIS Cine Santa Tereza
19/9, às 14h – Grande Teatro – Sesc Palladium

A galinha ruiva, dirigido por Irson Jr. (Animação, 7min, ES, 2019)
Um dia a Galinha Ruiva foi passear e teve uma grande surpresa e logo teve uma ideia. Mas ela precisa de ajuda, será que alguém pode ajudar?  Um conto sobre amizade e cooperação. 

As aventuras do Chauá, produção coletiva de Alunos da Escola Municipal Santo Antônio do Norte (Animação, 4min, ES, 2016)
O filme apresenta um alerta sobre a importância da preservação ambiental e do Papagaio Chauá, espécie nativa da Mata Atlântica, ameaçada de extinção.

O resgate, dirigido por Arthur Roedel (Ficção, 12min, SC, 2018)
Os irmãos Pedro e Laura precisam bolar um plano para salvar seu ursinho de pelúcia, Golias. Mas será que a imaginação é suficiente para realizar esse resgate? 

Dono de casa, do diretor Anderson Lima (Ficção, 8min, MG, 2017)
Quando brincar de casinha não é mais coisa de menina, os meninos de rua estão todos convidados.

Sansão, dirigido por David Azevedo (Ficção, 15min, MG, 2015)
Lucas é uma criança muito criativa. Ele se sente sozinha no apartamento onde mora com a mãe. Ao ver o cachorro de seu primo, fica doido para ter um também, mas sua mãe não deixa. Um dia, na casa da avó, ele faz uma nova amizade: um pintinho. E tem uma grande ideia!

 

Sessão de Curtas
Faixa etária sugerida: 8 a 10 anos
18/9, às 8h30 – MIS Cine Santa Tereza
19/9, às 14horas – Teatro Sesiminas

Dela, do diretor e roteirista francês radicado no Brasil Bernard Attal (Ficção, 7min, BA, 2018)
Dela mora na Ilha de Itaparica com seu pai, Agenor. Na escola nova, os colegas acham seu nome estranho e seus cabelos esquisitos. A menina questiona seu pai, e a história que ele conta muda a forma como ela vê a si mesma!

Vivi Lobo e o quarto mágico, animação dirigida por Isabelle Santos e Edu MZ Camargo (Animação, 13min, PR, 2019)
Muito prazer! Meu nome é Vivi Lobo. Essa história é sobre as portas que devemos abrir ao longo da vida, enquanto humanos, enquanto meninas.

Guri, do diretor Adriano Monteiro (Ficção, 12min, ES, 2019)
Victor é um menino de 12 anos que sonha em vencer um campeonato de Bolinha de Gude do seu bairro.

O Fim do Recreio,dirigido por Vinicius Mazzon e Nélio Spréa (Ficção, 17min, PR, 2012)
No Congresso Nacional, um projeto de lei pretende acabar com o recreio escolar. Ao mesmo tempo, em uma escola municipal de Curitiba, um grupo de crianças pode mudar toda essa história. Recheado de vibrantes brincadeiras infantis, O Fim do Recreio é um curta-metragem para todos os públicos, que bota a boca no trombone e avisa: cobra parada não engole sapo!

 

Sessão de Curtas
Faixa etária sugerida: 11 a 13 anos
19/9, às 8h30 – Grande Teatro – Sesc Palladium

 O som do artilheiro, do diretor Filipe Parolin (Ficção, 18min, PR, 2018)
Diego desiste de ser jogador de futebol e busca outra atividade para fazer durante as tardes. Em um passeio pela escola, descobre Nicolás, um misterioso músico violoncelista, que o contagia com seu encanto pelo violino. Mas será que seu pai vai aceitar que se dedique à música ao em vez do esporte?

O véu de Amani, dirigido por Renata Diniz (Ficção, 14min, DF, 2018)
Amani é filha de refugiado e vive há quatro anos no Brasil. Ela acaba de se mudar para a rua de Maria, filha de católicos nordestinos. Um dia, recebe de presente um biquíni da nova amiga.

Bicho do mato, dirigido por Juliana Sanson (Ficção, 16min, PR, 2018)
Jussara e a família deixam o campo para morar na cidade grande quando fortes chuvas atingem suas terras. Com a mudança, vêm as dificuldades de adaptação em um mundo totalmente diferente.

Cor de pele, dirigido por Livia Perini (Documentário, 15min, PE, 2018)
"Cor de Pele" é um documentário sensível sobre a vida de Kauan, um menino albino de 11 anos. Nascido com pais negros, Kauan descreve de forma lúdica e espontânea a rotina do dia-a-dia com sua família atípica, pois ele tem cinco irmãos: dois albinos e três negros. Mesmo com todas as limitações de sua condição, ele quebra barreiras e se insere na abundante cultura negra local de sua cidade natal.

 

Longa
Faixa etária sugerida: a partir de 14 anos
19/9, às 8h30 – Teatro Sesiminas

Espero tua (re)volta, da diretora Eliza Capai (documentário, 93min, 2019, RJ)
Quando a crise se aprofundou no Brasil, os estudantes saíram às ruas e ocuparam escolas protestando por um ensino público de qualidade e uma cidade mais inclusiva. Espero Tua (Re)volta acompanha as lutas estudantis desde as marchas de 2013 até a vitória do presidente Jair Bolsonaro em 2018. Inspirada pela linguagem do próprio movimento, o filme é conduzido pela locução de três estudantes, representantes de eixos centrais da luta, que disputam a narrativa, explicitando conflitos do movimento e evidenciando sua complexidade.

***

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2019

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: www.universoproducao.com.br

No Twitter: @universoprod No Facebook: universoproducao / mostratiradentes / cineop / cinebh / brasilcinemundi

No Instagram: @universoproducao

 

SERVIÇO


13ª CINEBH - MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE
 BRASIL CINEMUNDI -
10th INTERNATIONAL COPRODUCTION MEETING
17 a 22  setembro de 2019

 LEI FEDERAL DE INCENTIVO A CULTURA

ESTE EVENTO É REALIZADO COM RECURSOS DA LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DE BELO HORIZONTE

Patrocínio: MATER DEI 

Parceria Cultural: SESC EM MINAS

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DA CIDADANIA| GOVERNO FEDERAL

 Informações pelo telefone: (31) 3282-2366