MOSTRA DIÁLOGOS HISTÓRICOS REUNIU CRÍTICOS E CINÉFILOS EM DEBATES SOBRE PRODUÇÕES BRASILEIRAS DE 1979

O pesquisador Hernani Heffner analisou os filmes na perspectiva da cultura de 40 anos atrás

Depois de três dias de encontros, a mostra Diálogos Históricos foi concluída neste sábado, dia 21 de setembro, na 13ª CineBH, com a exibição do longa “Maldita Coincidência”, de Sérgio Bianchi. Em seguida, o pesquisador e conservador-chefe do MAM-RJ, Hernani Heffner, debateu o filme com o público do Cine Humberto Mauro.

Na quinta e na sexta-feira, Heffner analisou os outros títulos escolhidos para este ano, “República dos Assassinos”, de Miguel Faria Jr, e “Inquietações de uma Mulher Casada”, de Alberto Salvá. Em comum, são todos filmes lançados há exatas quatro décadas, refletindo o mal-estar e desconforto de um país prestes a sair de um regime militar de mais de vinte anos.

“Todos esses trabalhos permitem aproximações de contexto histórico e social em comum, e o que mais os conecta é a percepção do fracasso da esquerda no período pós-1964”, afirma Heffner. “Temos personagens em completa letargia, presos num entorpecimento que muitas vezes os leva ao desespero”.

Essa paralisia, na visão do pesquisador, não significa passividade, conforme pôde ser visto no desfecho dos filmes, em especial em “República dos Assassinos” e “Inquietações de uma Mulher Casada”, nos quais determinadas personagens tomam atitudes que alteram o curso de uma história maior. “Apesar de serem ações individuais dentro da narrativa, o que move as protagonistas ganha contornos coletivos e amplos por insinuarem outros rumos a elas, seja simbolicamente acabando com a ditadura ao matar o chefe do Esquadrão da Morte, no filme do Faria Jr, seja indo embora na busca por outras formas de viver, como vemos no Salvá”, avalia Heffner.

A participação do público na mostra Diálogos Históricos foi expressiva e se manteve constante ao longo das três tardes. Entre jornalistas, críticos e cinéfilos, todos acompanharam atentamente as sessões e a posterior explanação de Hernani Heffner. Entre perguntas e ponderações, todos expuseram suas ideias, compartilhando o debate e ampliando as percepções.

Um dos curadores da 13ª CineBH, Francis Vogner dos Reis, celebrou a presença de tantos interessados. Para ele, um dos motivadores de um recorte como esse dentro de programação tão vasta como a da Mostra é justamente construir novas pontes entre filmes do passado e as ideias de um cinema do presente. “Olhar para esses títulos, tão pouco falados dentro de uma historiografia mais tradicional de cinema brasileiro, com o ponto de vista de hoje, é entender em que universo eles se inseriam e como respondiam a um processo cultural e político do qual faziam parte. Trazê-los para os olhares de agora e perceber como ainda reverberam e se atualizam, diante de um estado de mundo de 40 anos depois, acaba por ser um exercício muito estimulante”, comenta Francis.

 

***

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2019

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: www.universoproducao.com.br 

No Twitter: @universoprod No Facebook: universoproducaomostratiradentescineopcinebh / brasilcinemundi

No Instagram: @universoproducao

 

 SERVIÇO


13ª CINEBH - MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE 

BRASIL CINEMUNDI -10thINTERNATIONAL COPRODUCTION MEETING

17 a 22 de setembro de 2019

 LEI FEDERAL DE INCENTIVO A CULTURA

ESTE EVENTO É REALIZADO COM RECURSOS DA LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DE BELO HORIZONTE

Patrocínio: MATER DEI, COPASA, CODEMGE/GOVERNO DE MINAS GERAIS

Patrocínio Brasil CineMundi: BRDE/FSA/ANCINE

Parceria Cultural:SESC EM MINAS

Apoio: MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, INSTITUTO FRANCÊS BRASIL PARA O ESTADO DE MINAS GERAIS, SESI/ FIEMG, SEBRAE, INSTITUTO INHOTIM, INSTITUTO GOETHE, DOT, MISTIKA, NAYMAR/CIARIO, PARATI FILMS, CTAV, REDE GLOBO MINAS, MIS CINE SANTA TEREZA, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, OI, APPA - ARTE E CULTURA, FUNDAÇÃO CLOVIS SALGADO, CAFÉ 3 CORAÇÕES.

Cooperação Brasil CineMundi: TORINOFILMLAB (Itália),MAFF (Espanha),VENTANA SUR (Argentina), BIOBIOCINE (Chile),CONECTA/CHILEDOC (Chile),DOCSP(Brasil),DOCMONTEVIDEO (Uruguai),INSTITUTO OLGA RABINOVICK/PROJETO PARADISO (Brasil)

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DA CIDADANIA| GOVERNO FEDERAL PÁTRIA AMADA BRASIL