PRÉ-ESTREIA DE LA FLOR, SUPERMAN NA PRAÇA DUQUE DE CAXIAS E ENCONTRO MUSICAL DE MARCELO VERONEZ, THIAGO DELEGADO E BARULHISTA MOVIMENTAM A CINEBH NESTA QUINTA

Confira a programação completa do evento no dia 30 de agosto

A quinta-feira, terceiro dia da 12ª CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, oferece diversas atrações para o público, com sessões de cinema para todas as idades, debates com realizadores e apresentações artísticas.

No 9º Brasil CineMundi – Internacional Coproduction Meeting, que acontece simultaneamente, estão programados painéis e meetings. As atividades têm como objetivo de estimular e valorizar a produção audiovisual contemporânea, a partir da realização de encontros, diálogos, discussões, contatos e conexões globais com foco no mercado audiovisual, promovendo a aproximação entre realizadores e representantes do setor de todo o mundo.

A programação do evento é inteiramente gratuita e segue até o próximo domingo, 02 de setembro, em diversos espaços da capital mineira. Confira abaixo a agenda desta quinta-feira, 30 de agosto.

 BRASIL CINEMUNDI

O Brasil CineMundi desta quinta inclui one-on-one meetings e agendas de relacionamento. O principal encontro de coprodução nacional selecionou, este ano, 20 projetos, distribuídos em três categorias, CineMundi (10), DocBrasil Meeting (5) e Foco Minas (5), representando sete estados brasileiros: Minas Gerais (8), São Paulo (4), Rio de Janeiro (3), Bahia (2), Espírito Santo (1), Goiás (1) e Pernambuco (1). Para conhecer os projetos de longas-metragens brasileiros, foram convidados 23 representantes da indústria audiovisual mundial, oriundos de 12 países - Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Espanha, EUA, França, Itália, Noruega, Suíça e Uruguai.

 PROGRAMA DE FORMAÇÃO AUDIOVISUAL

Com o objetivo de fornecer ferramentas conceituais e práticas para a capacitação de profissionais e troca de experiências entre diferentes agentes do setor, serão realizadas diversas atividades no Teatro João Ceschiatti (Palácio das Artes).

Das 11h às 11h50, o Painel Financiamento Audiovisual falará sobre o Ibermedia, programa de incentivo espanhol, cuja missão tem sido trabalhar para o fortalecimento do espaço audiovisual ibero-americano por meio de financiamentos e convocatórias abertas a todos os produtores independentes da América Latina, Espanha, Portugal e, mais recentemente, Itália. Participam do encontro Elena Vilardell, secretária técnica e executiva do programa Ibermedia; e Víctor Sánchez, coordenador técnico. A mediação será feita por Paulo de Carvalho, colaborador do Brasil CineMundi, curador de festivais e produtor da Autentika Films, residente na Alemanha.

 Das 12h às 12h50, o Painel Laboratório Internacional fala sobre o TorinoFilmLab, da Itália. Nele, os participantes irão conhecer mais sobre esse programa que apoia talentos emergentes de todo o mundo a partir de atividades de treinamento, desenvolvimento, financiamento e distribuição. Fundado em 2008, o TorinoFilmLab oferece uma série de atividades a roteiristas, diretores e produtores desenvolvendo um longa ou um projeto de séries de TV, bem como profissionais de audiovisual dispostos a ganhar experiência prática em Edição de História e Design de Audiência. Estará na mesa para a apresentação o italiano Philippe Barrière, tutor no TorinoFilmLab Extended, com mediação de Gudula Meinzolt (Suíça).

Das 17h às 18h30, será a vez do debate Experiências em Coprodução Internacional na América Latina, que reunirá a experiência da produtora chilena Globo Rojo Films, Catalina Vergara (Chile); da produtora argentina Constanza Sanz Palacios; e do coordenador de Projetos e Conteúdo do Canal Brasil, Henry Galsky (Brasil). Eles falarão também sobre as oportunidades de coprodução em seus países, dos desafios, resultados e avanços em coprodução. A discussão será mediada pelo produtor Ivan Melo (SP).

 NAS TELAS

As sessões de cinema começam cedo. A partir das 8h30, a sessão Cine-Escola – inserida no projeto Cine-Expressão, que busca aproximar o contexto educacional do audiovisual, trazendo encontros e debates entre o público estudantil de diversas faixas etárias e realizadores – traz o documentário “Jonas e o circo sem lona”, para adolescentes com idade entre 11 e 13 anos. Às 14h30, o Cine-Escola exibe quatro curtas, desta vez voltados para estudantes entre 5 e 7 anos. As sessões acontecem no Sesc Palladium, seguidas de debates com os realizadores.

 O Sesc Palladium também recebe a segunda sessão da Mostra Cidade em Movimento, “Cidade e Memória”, a partir das 19h. Serão exibidos quatro curtas produzidos por novos cineastas de Belo Horizonte: “Vídeo-carta”, “Serra Verde”, “Memória Essencial” e “Arara: um filme sobre um filme sobrevivente”. Ao final, haverá a roda de conversa com representantes dos filmes e Heloisa Greco (Bizoca), membro do Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania. A mediação será da curadora Paula Kimo.

Às 20h30, o público poderá conferir a Série 1 de curtas-metragens da Mostra Contemporânea, com uma seleção de quatro filmes: “Perpétuo”, “A barca do sol”, “O malabarista” e “Você, morto”.

Mais cedo, na programação do Cine Humberto Mauro (Palácio das Artes), será exibido “Carnaval Atlântida” (Carlos Manga, José Carlos Burle). O filme, que integra a Mostra Diálogos Históricos, começa às 14h30. O longa de 1952 foi selecionado pelo crítico e pesquisador João Luiz Vieira, coordenador do Programa de Pós-Gradução em Cinema e Audiovisual da UFF, que comentará o filme após sua exibição, com mediação do curador Francis Vogner dos Reis.

Às 17h30, tem a pré-estreia nacional de “Abaixo a gravidade”, de Edgard Navarro. Logo após, o diretor participa de um debate com o público, ao lado da produtora Sylvia Abreu e da montadora Cristina Amaral. O encontro acontece no Cine Lounge.

Às 19h30, dentro da Mostra Pontes Latino-Americanas, acontece a exibição da primeira parte do argentino “La Flor” (Mariano Llinás, 2009-2018). Produzido pela El Pampero Cine, homenageada desta edição, o longa tem 14 horas de duração e será dividido em outras duas sessões, programadas para os dias 30 (sexta) e 31 (sábado), sempre às 19h.

Mostrando a sua capilaridade em toda a cidade, o evento traz também duas sessões em Santa Tereza: no MIS Cine Santa Tereza tem “Black Mother” (Khalik Allah, EUA), em pré-estreia nacional, às 19h30. Já no Cine Sesc na Praça, na Praça Duque de Caxias, um clássico voltará a encantar o público, a partir das 20h: “Superman – O Filme”, de 1978, comemorando os 40 anos de seu lançamento.

 ARTE

Às 21h, o cantor Marcelo Veronez, um dos ícones da cena artística belo-horizontina, protagonizará um encontro inédito, produzido especialmente para a CineBH, com o violonista Thiago Delegado e com o criador de trilhas sonoras Barulhista. Ele participa também de bate-papo com a mediação da jornalista Letícia Renna, no Cine Lounge, no Palácio das Artes.

O local também recebe, até 01 de setembro, a apresentação de videoperformance dos artistas VJs Brahyan e Fabiano Fonseca, do Estúdio de Tecnologia Criativa.

 TODA PROGRAMAÇÃO É OFERECIDA GRATUITAMENTE AO PÚBLICO.