O cinema brasileiro é viável financeiramente? E esteticamente? O que ele tem a dizer? O que falta para despertar o interesse de um público maior? Há hoje no Brasil um cinema que se possa considerar popular? Ou antes: faz sentido pensar em cinema popular com salas concentradas em shopping centers e um dos ingressos mais caros do mundo?