Estado de Minas: 15ª Cine BH: com os olhos bem abertos

Desde a invenção das tecnologias que permitiram a captação e reprodução da imagem em movimento, as palavras “cinema” e “vigilância” caminham lado a lado. Filho do capitalismo industrial e símbolo da modernidade, o cinema nasce, paradoxalmente, como produtor de encantamento, graças à sua capacidade de capturar a vida no tempo, e como um dispositivo que inaugura novas possibilidades de vigilância e controle. Leia mais