“Canção das Filhas das Águas”, segunda obra da trilogia intitulada Maquinário do Fim do Mundo, é um ritual. Um ensaio, um encantamento visual e performático sobre a complexidade da operação do Maquinário gerador de fins do mundo, bem como a resistência ao seu poder destrutivo tão antiga quanto o próprio maquinário. Um ensaio sobre a morte a partir da perspectiva da Água, colocando em diálogo o teatro, a performance e a música com a linguagem cinematográfica. Referências que compõem a formação da artista. O vídeo, construído em todas as suas etapas no contexto do isolamento social, e comissionado pelo Festival Digital Latitudes (GER), propõe uma abordagem sensorial de uma experiência que pode ser definida como uma gravidez no útero de um pássaro – nossas mães primordiais. E deve ser assistido com um fone de ouvidos.

Disponível até: 02/11 ás 23h59

Classificação: 16 anos

Criação, direção e performance: Laís Machado

Assistência de direção: Diego Araúja

Roteiro: Laís Machado e Diego Araúja

Trilha e direção musical: Andrea Martins

Direção de arte: Laís Machado

Fotografia: Laís Machado e Diego Araúja

Câmera: Diego Araúja

Montagem e edição: Rana Tosto

Tradução: Paula Luciano

Legendagem: Rana Tosto