15ª CINEBH COMEÇA COM PERFORMANCE AUDIOVISUAL E DEBATE SOBRE “CINEMA E VIGILÂNCIA”


Toda a programação é online e gratuita que segue  até o dia 3/10, domingo, no site www.cinebh.com.br. São 95 filmes em pré-estreias e mostras temáticas,  21 debates e rodas de conversa, sessões cine-escola, Mostrinha, exposição e as atividades do  12º Brasil CineMundi, o encontro internacional de coprodução

Começam nesta terça-feira, 28/9, às 20horas, pelo site cinebh.com.br a 15ªCineBH – Mostra de Cinema de Belo Horizonte e o 12o Brasil CineMundi – InternationalCoproduction Meeting. A programação gratuita será transmitida em ambiente online até o dia 3/10, com seis dias de intensas atividades: são 95 filmes nacionais e internacionais em pré-estreias e mostras temáticas, entre curtas, médias, longas-metragens e work in progess; 5 debates, 5 painéis, 10 rodas de conversa, 1 show case, 2 masterclasses internacionais, 2 workshops e diversos encontros de coprodução. Informações e acessos estão no site www.cinebh.com.br, onde estará concentrada a realização do evento.

A noite de abertura da CineBH, acontece nesta terça-feira, às 20h, no site cinebh.com.br e vai apresentar ao público coletivos que movimentam a cidade e a temática desse ano, “Cinema e Vigilância”, que estará presente em vários eixos da mostra, desde filmes a debates e estudos de caso, e construirá um diálogo com a a cidade e sua urbanidade. A performance audiovisual de abertura tem criação e roteiro de Chico de Paula e Raquel Hallak, com direção, edição, montagem e finalização de Janaína Patrocínio.

O conceito do evento será mostrado com arte, música, imagens e movimentos, contando com diversas participações especiais. Estão confirmados uma apresentação de jazz orimauá; e presenças do Filme de Rua, Karine Bassi, Cia Fusion e Cia dos Anjos. A performance musical será com os Arautos do Gueto. No vídeo a ser exibido, o espectador vai ver entrevistas com artistas da cultura local, como Biel, Dodó Silva, Joanna Ladeira, Karine Bassi e Wallison Culu.

“Vamos abrir a temporada audiovisual da 15a CineBH apresentando a força e o trabalho de diversos coletivos que atuam em suas comunidades utilizando a arte e a cultura como ferramentas de transformação social – ampliando, desta forma, as vozes e a presença de trabalhos sociais na programação do evento. Acreditamos que a soma de esforços só pode resultar em bons frutos e, que mais do que nunca, se faz necessário dar visibilidade às ações e projetos conduzidos por lideranças comunitárias que merecem nosso afeto e reconhecimento. A cidade está em movimento e o nosso cinema também. Assim vamos comemorar os 15 anos da Mostra CineBH, ressalta Raquel Hallak, coordenadora geral do evento.”

O destaque internacional da 15ª CineBH ao coletivo Forensic Architecture também é um dos pontos importantes da abertura da mostra. Fundado pelo arquiteto Eyal Weizman na universidade Goldsmiths, em Londres, o Forensic é integrado por artistas visuais, cineastas e arquitetos. Seu trabalho, que ocupa festivais de cinema e galerias de arte no mundo todo, captura os dispositivos da sociedade de vigilância e seus produtos para produzir evidências que vão denunciar crimes, formas de opressão e violência. O público poderá conhecer mais sobre o Forensic na mostra dedicada ao coletivo na programação e também no debate de abertura, na própria noite do dia 28.

O debate, que leva o nome da temática, “Cinema e Vigilância”, vai reunir o arquiteto Paulo Tavares, um dos fundadores do Forensic, com o crítico Bernardo Oliveira e a pesquisadora Patrícia Mourão, sob mediação do curador Pedro Butcher. A conversa vai tratar de assuntos que vão pautar a mostra este ano, em especial os objetivos e mecanismos de tecnologias de monitoramento e vigilância por grandes corporações e de que forma o audiovisual se apropria disso para denunciar, expor ou confrontar esses próprios dispositivos.

Fechando a programação da noite, o público terá acesso a um dos trabalhos mais impactantes do Forensic Architecture: a série de curtas-metragens da investigação “O Assassinato de Harith Augustus” (2019), que esmiuça detalhadamente uma morte provocada por policiais de Chicago e busca compreender os acontecimentos sob ângulos inusitados e essenciais para se perceber como as instituições operam no sentido de acobertar ações controversas e violentas.

Para saber detalhes sobre os filmes da mostra e as atividades do Brasil CineMundi, além de outros debates e encontros que vão discutir o presente e também o futuro do audiovisual no país, leia mais aqui.


CINEBH MOSTRA O CINEMA PARA O MUNDO

17 PAÍSES MARCAM PRESENÇA NO EVENTO

Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Espanha, EUA, França, Países Baixos (Holanda), Itália, Luxemburgo, México, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suíça, Uruguai

ABERTURA OFICIAL

6 DIAS DE EVENTO

DESTAQUE AO COLETIVO FORENSIC ARCHITECTURE | LONDRES

90 FILMES NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE 17 PAÍSES

MOSTRA A CIDADE EM MOVIMENTO

MOSTRINHA DE CINEMA

SESSÕES CINE-ESCOLA

21 DEBATES, PAINÉIS, RODAS DE CONVERSA

5 OFICINAS

2 LABORATÓRIOS DE ROTEIRO

2 MASTERCLASSESSES INTERNACIONAIS

2 WORKSHOPS INTERNACIONAIS

12o BRASIL CINEMUNDI – ENCONTRO INTERNACIONAL DE COPRODUÇÃO

37 CONVIDADOS INTERNACIONAIS DE 17 PAÍSES NO CENTRO DOS ENCONTROS DE COPRODUÇÃO

CONSULTORIAS, MENTORIAS, AÇÕES DE COOPERAÇÃO, INTERCÂMBIO.

EXPOSIÇÃO VIRTUAL “CINEBH 15 ANOS”

PERFORMANCE AUDIOVISUAL

ENCERRAMENTO | PREMIAÇÃO

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

***

SOBRE A MOSTRA CINEBH

Com edições anuais e consecutivas, a CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, o evento de cinema da capital mineira, chega a sua 15aedição de 28 de setembro a 03 de outubro de 2021, em formato online e gratuita, reafirmando seu propósito de mostrar o cinema para o mundo, promover o diálogo entre as culturas, aproximar povos e continentes, fazer a conexão do cinema brasileiro com o mercado audiovisual, realizar encontros de negócios, investir na formação, intercâmbio e cooperação internacional, construir pontes nas escolas, comunidades, redes sociais e com a cidade de Belo Horizonte e Minas Gerais.

A 15aCineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte e o 12oBrasil CineMundi integram o Cinema sem Fronteiras 2021 – programa internacional de audiovisual idealizado pela Universo Produção e que reúne também a Mostra de Cinema de Tiradentes (centrada na produção contemporânea, em janeiro) e a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto (que difunde o audiovisual como patrimônio e ferramenta de educação, em junho).

SOBRE O BRASIL CINEMUNDI

O BRASIL CINEMUNDI – International Coproduction Meeting, evento de mercado do cinema brasileiro, integra a 15a Mostra CineBH e chega a sua 12aedição 28 de setembro a 3 de outubro de 2021com o propósito de apresentar ao mercado projetos de filmes brasileiros em longa-metragem, facilitando as conexões entre as produções e o mercado internacional por meio de parcerias produtivas e da troca de informações e ações.

O evento promove a ampliação da rede de contatos e negócios entre profissionais brasileiros e representantes da indústria nacional e estrangeira, além de atividades de capacitação, cooperação, intercâmbio, meetings e premiação, com foco nas tendências do cinema contemporâneo e na produção independente de perspectiva autoral e inovadora.

15aCINEBH – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE
 BRASIL CINEMUNDI –
12th INTERNATIONAL COPRODUCTION MEETING
28 de setembro a 03 de outubro de 2021

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

ESTE EVENTO É REALIZADO COM RECURSOS DA LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DE BELO HORIZONTE

PATROCÍNIO: MATER DEI, COPASA, CEMIG | GOVERNO DE MINAS GERAIS

PATROCÍNIO MOSTRA A CIDADE EM MOVIMENTO: patrocinada com recursos do Fundo Internacional de Ajuda para Organizações de Cultura e Educação 2021 do Ministério das Relações Exteriores da República Federal da Alemanha, do Goethe-Institut e de outros parceiros: www.goethe.de/hilfsfonds

PARCERIA CULTURAL: SESC EM MINAS, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, CASA DA MOSTRA

PARCEIROS BRASIL CINEMUNDI: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, DOT, MISTIKA, PARATI FILMS, CTAV, FORTE FILMES, NAYMOVIE

COOPERAÇÃO BRASIL CINEMUNDI: WORLD CINEMA FUND(Alemanha), NUEVAS MIRADAS – EICTV(Cuba), BIOBIOCINE(Chile), CONECTA – CHILE DOC (Chile),  MAFF (Espanha), DOCSP (Brasil), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), VENTANA SUR (Argentina), INSTITUTO OLGA RABINOVICH / PROJETO PARADISO (Brasil)

APOIO: CAFÉ 3 CORAÇÕES.

IDEALIZAÇÃO E REALIZAÇÃO: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO| GOVERNO FEDERAL