BRASIL CINEMUNDI CHEGA A SUA 12ª EDIÇÃO COM MAIS DE 50 PARTICIPAÇÕES DE PROFISSIONAIS DE 17 PAÍSES

Produtores, distribuidores, diretores de fundos de investimento, tutores e consultores farão rodadas de negócio com 43 projetos selecionados em 2021, além de participarem de debates e workshops

Na 12a edição do Brasil CineMundi – InternationalCoproduction Meeting, o evento de mercado do cinema brasileiro a ser realizado durante a 15a CineBH entre os dias 28 de setembro e 3 de outubro, mais de 50 profissionais de 17 países vão participar da programação, integralmente on-line. São produtores, agentes de vendas, distribuidores, tutores especializados, representantes de fundos e programadores de festivais internacionais que participam do evento para conhecer e fazer negócios os realizadores participantes. Em 2021, são 43 projetos de longas-metragens, 33 na fase em desenvolvimento (divididos entre os segmentos “Horizonte”, “DocBrasil Meeting”, “Foco Minas” e “Paradiso Mutiplica”), 5 na fase de produção e 5 em finalização.

Os profissionais no Brasil CineMundi desse ano vêm da Alemanha, Argentina, Chile, Cuba, Espanha, EUA, França, Países Baixos (Holanda), Itália, Luxemburgo, México, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suíça e Uruguai, além de vários do próprio Brasil. Algumas atividades são restritas aos projetos selecionados no programa, mas várias outras estarão abertas ao público, que poderá acompanhar por transmissão ao vivo no site www.cinebh.com.br. As mesas temáticas destacarão assuntos urgentes do momento, em especial os desafios de um cenário mundial ainda afetado pela pandemia de Covid-19.

Com a programação e os encontros promovidos pelo 12o Brasil CineMundi, o evento faz a conexão entre a produção brasileira e a indústria audiovisual, por meio de parcerias produtivas que asseguram aos projetos brasileiros de longa-metragem vagas em eventos de mercado internacionais, laboratórios, consultorias e mentorias, premiação, ações de cooperação e intercâmbio.

Além de todas as atividades, o Brasil CineMundi conta com um júri oficial que avalia os projetos inscritos e seleciona alguns para receberem prêmios de parceiros do evento. Nesta 12a edição, os jurados são: Davide Oberto (curador e consultor TFFdoc e Torino Film Festival |Itália); Fernanda Rennó (diretora de distribuição e produtora, Fidalgo Film|Noruega); e Laís Bodansky (diretora, roteirista e produtora|Brasil). Além do júri, diversos fundos parceiros do CineMundi oferecem premiação. Confira a lista completa aqui.

ENCONTROS AO VIVO

A mesa “O mercado do documentário: visões contemporâneas” (dia 29 de setembro, às 12 horas) contará com Dirk Manthey (produtor Dirk Manthey Film|Alemanha), Luis González Zaffaroni (diretor executivo DocMontevideo/DocSP|Uruguai) e Marta Orozco (produtora Mart Films|México) para conversarem sobre questões, espaços e alcances que o gênero apresenta na atualidade, ainda sendo uma das expressões mais poderosas do audiovisual. A mediação será de Gudula Meinzolt, produtora Autentika Films e colaboradora do Brasil CineMundi.

“Rumos da exibição e distribuição de filmes” (dia 2 de outubro, às 12 horas) terá Pamela Biénzobas (programadora LocarnoFilm Festival|Suíça/França) e Felipe Lopes (diretor Vitrine Filmes|Brasil) para refletir de que forma o mercado de exibição está se organizando diante dos efeitos da pandemia e da explosão das plataformas de streaming. A mediação é de Paulo de Carvalho, produtor da Autentika Films e colaborador Brasil CineMundi.

O Brasil CineMundi promoverá também dois workshops internacionais. A produtora Sophie Erbs (França) vai falar sobre “Coprodução internacional” (dia 30 de setembro, às 10h30). Sócia do Cinéma De facto, Erbs já produziu e coproduziu 20 longas-metragens e vai tratar dos principais aspectos para coproduzir com outros países e se inserir no mercado mundial. Por sua vez, Isona Admetla, coordenadora do World Cinema Fund (Alemanha), vai tratar de “Audience design” (dia 1o de outubro, às 10h30), abordando a metodologia de trabalho para amplificar a visibilidade de um filme dentro da cadeia de produção.

Duas masterclasses internacionais também estão na programação: “Distribuição Internacional e Sales Agency” (29 de setembro, às 10h30)queserá ministrada por Eric Lagesse, presidente da Pyramide Films|França, uma das maiores distribuidoras independentes francesas; e “Roteiro e Processos de Criação” (dia 30, às 15 horas), com o roteirista, produtor e diretor uruguaio-espanhol Federico Veiroj. Para participar dos workshops e masterclasses, é preciso ter se inscrito previamente.

Outra categoria a contar com diversas presenças internacionais é a de painéis. Confira a seguir os convidados e temas que tratarão:

Matthew Takata, diretor-assistente do Sundance Feature Film Program (EUA): “O programa para filmes de longas-metragens do Instituto Sundance”. Dia 29 de setembro, às 14 horas.

Per Eirik Gilsvik, gerente de projeto Sørfond (Noruega): “O Fundo de Filme do sul da Noruega”. Dia 30, às 9 horas.

Satu Elo, gerente de programação (Luxemburgo): “Eave – Empreendedores Audiovisuais Europeus”. Dia 30, às 9 horas.

Nathalie Streiff (França): “Aide Aux Cinemas du Monde, o fundo francês”. Dia 1o de outubro, às 9 horas.

Jane Mote, consultora editorial (Reino Unido): “The Whickers, o fundo do Reino Unido para documentários”. Dia 1o de outubro, às 9 horas.

CLIQUE E CONFIRA A LISTA COMPLETA DE PRESENÇAS INTERNACIONAIS DO 12º BRASIL CINEMUNDI

BRASIL CINEMUNDI – 12 th INTERNACIONAL COPRODUCTION MEETING

28 de setembro a 3 de outubro de 2021

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

PATROCÍNIO: COPASA, CEMIG | GOVERNO DE MINAS GERAIS

PARCEIROS BRASIL CINEMUNDI: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, DOT, MISTIKA, PARATI FILMS, CTAV, FORTE FILMES, NAYMOVIE

COOPERAÇÃO BRASIL CINEMUNDI: WORLD CINEMA FUND (Alemanha), NUEVAS MIRADAS – EICTV (Cuba), BIOBIOCINE (Chile), CONECTA – CHILE DOC (Chile), MAFF (Espanha), DOCSP (Brasil), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), VENTANA SUR (Argentina), INSTITUTO OLGA RABINOVICH / PROJETO PARADISO (Brasil)

IDEALIZAÇÃO E REALIZAÇÃO: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO| GOVERNO FEDERAL