CONVIDADOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS SE REÚNEM EM RODAS DE CONVERSAS E DEBATES PARA TROCA DE EXPERIÊNCIAS CINEMATOGRÁFICAS

A 15a CineBH, promove até o dia 03 de outubro, diversos encontros entre críticos, pesquisadores, produtores, realizadores e profissionais nacionais e internacionais do audiovisual, com o objetivo de aprofundar e amplificar  questões da temática “Cinema e Vigilância” ou para conversas sobre o mercado audiovisual no Brasil e no mundo.

Nesta sexta-feira, dia 1º de outubro, a programação do evento de cinema da capital mineira conta com três rodas de conversas (abertas ao público), e ainda dois painéis, debate e workshop internacional (exclusivos aos profissionais selecionados no Brasil CineMundi). Todas as atividades são gratuitas e acontecem em ambiente virtual, pelo site cinebh.com.br.

Os cinéfilos poderão participar nesta sexta-feira de três Rodas de Conversa. A primeira, às 10 horas, da série Encontro com Realizadores, contempla um bate-papo com o diretor Paulo Tavares do filme em processo “Memória da Terra” com apresentações de trechos daobra.A partir de fotografias e filmes que registraram a Marcha para o Oeste promovida por Getúlio Vargas durante o Estado Novo, o arquiteto Paulo Tavares, arquiteto associado ao coletivo Forensic Architecture, desenvolveu uma minuciosa investigação em que a comparação das imagens colhidas na época, sobrepostas a imagens contemporâneas, comprovam que a “marcha para pacificação” do povo Xavante foi, na verdade, uma ação de expulsão e extermínio. O material, originalmente organizado como instalações para uma exposição, está agora sendo transformado em filme. A mediação do encontroserá do curador Pedro Butcher.

Em seguida, às 12 horas, pela programação do CineMundi Lab produtores e produtoras que participaram do Brasil CineMundi, se reúnem no debate “Do papel para as telas”, para relatar experiências e trajetórias singulares, desde a formulação dos projetos à estreia em festivais de cinema internacionais. Os convidados da mesa são: Ana Luiza Azevedo, diretora de “Aos olhos de Ernesto” (RS); Júlia Murat, produtora de “A febre” (RJ); Leonardo Mecchi, produtor de “A morte habita à noite” (SP); Paulo Pripas, produtor de “Desterro” (SP); Sara Silveira, produtora de “Todos os mortos” (SP) e Sérgio Oliveira, produtor de “Carro Rei” (PE). A mediação ficará por conta de Pedro Butcher, curador da CineBH e colaborador Brasil CineMundi (RJ).

Às 17 horas, na segunda Roda de Conversa da Série Encontro com Realizadores, os diretores Pedro Tavares, do longa-metragem “Cena do Crime” e Fábio Andrade dos curtas “Construção de uma vista” e “Contorno”, discutem a utilização de formas várias de registro para construírem suas poéticas: câmeras internas, vigilância e olhares próximos ao “testemunho” são apropriados pelos diretores para transmitirem suas narrativas. O curador Marcelo Miranda fará a mediação.

A terceira e última Roda de Conversa do dia, integra a programação da mostra “A Cidade em Movimento”, e abordará atemática “Contrapoder”. O bate-papo ao vivo será realizado às 19 horas, poderá ser visto pelo site www.cinebh.com.br e contará com a participação de  Antônio Beirão Xavier, diretor de “Opção do Tomo”; Eduardo DW, diretor e Álvaro Starling, codiretor, roteirista e diretor de fotografia de “Cidade Analógica”; Fernando Moreira, diretor de “O vazio que atravessa”; Pedro Gonçalves Ribeiro, diretor de “O resto”; além de Sávio Leite, diretor e roteiristae Arthur B. Senra,diretor e montador de “Dinheiro”. O encontro conta ainda com a participação especial de Carolina de Moura, defensora dos Direitos Humanos e da Natureza, Movimento pela preservação da Serra do Gandarela. A mediação será de Paula Kimo, curadora da Mostra Cidade em Movimento.

Brasil CineMundi Lab

Nesta sexta, prosseguem também as atividades do Brasil CineMundi Lab com meetings e consultorias voltadas exclusivamente aos diretores e produtores dos projetos selecionados para o 12o Brasil CineMundi – Encontro Internacional de Coprodução, que integra a programação da 15a CineBH.

A agenda começa às 9 horas com a realização de dois painéis: “Aide Aux Cinemas Du Monde – Fundo Francês”, com Nathalie Streiff – responsável pelo fundo Aide Aux Cinemas du Monde no Institut Français, que apresentará os detalhes do projeto e as relações de coprodução entre Brasil e França. A mediação será de Séverine Roinssard, produtora Parati Films, colaboradora Brasil CineMundi (França).

O segundo painel é “The Wickers – O fundo do Reino Unido para documentários”. A consultora editorial, Jane Mote (Reino Unido), explicará sobre o projeto que desenvolve, financia e apoia produtores de documentários estreantes de todo o mundo. A mediação da conversa será de Gudula Meinzolt, produtora Autentika Films, consultora da Indústria do Festival Visions du Réel, colaboradora Brasil CineMundi (Suíça).

Na sequência, às 10h30, será promovido o Workshop Internacional “Audience Design”. A convidada Isona Admetlla, coordenadora de fundos World Cinema Fund (Alemanha), vai abordar a metodologia e uma descrição do incrível potencial que o Audience Design tem, ampliando a abordagem clássica de marketing e distribuição. A mediação será conduzida por Paulo de Carvalho, produtor Autentika Films e colaborador Brasil CineMundi (Brasil/Alemanha). Esta atividade contou com inscrições prévias para profissionais do audiovisual.

SOBRE A MOSTRA CINEBH

Com edições anuais e consecutivas, a CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, o evento de cinema da capital mineira, chega a sua 15a edição de 28 de setembro a 03 de outubro de 2021, em formato online e gratuita, reafirmando seu propósito de mostrar o cinema para o mundo, promover o diálogo entre as culturas, aproximar povos e continentes, fazer a conexão do cinema brasileiro com o mercado audiovisual, realizar encontros de negócios, investir na formação, intercâmbio e cooperação internacional, construir pontes nas escolas, comunidades, redes sociais e com a cidade de Belo Horizonte e Minas Gerais.

A 15a CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte e o 12o Brasil CineMundi integram o Cinema sem Fronteiras 2021 – programa internacional de audiovisual idealizado pela Universo Produção e que reúne também a Mostra de Cinema de Tiradentes (centrada na produção contemporânea, em janeiro) e a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto (que difunde o audiovisual como patrimônio e ferramenta de educação, em junho).

SERVIÇO

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

ESTE EVENTO É REALIZADO COM RECURSOS DA LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DE BELO HORIZONTE

PATROCÍNIO: MATER DEI, COPASA, CEMIG | GOVERNO DE MINAS GERAIS

PATROCÍNIO MOSTRA A CIDADE EM MOVIMENTO: patrocinada com recursos do Fundo Internacional de Ajuda para Organizações de Cultura e Educação 2021 do Ministério das Relações Exteriores da República Federal da Alemanha, do Goethe-Institut e de outros parceiros: www.goethe.de/hilfsfonds

PARCERIA CULTURAL: SESC EM MINAS, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, CASA DA MOSTRA

PARCEIROS BRASIL CINEMUNDI: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, DOT, MISTIKA, PARATI FILMS, CTAV, FORTE FILMES, NAYMOVIE

COOPERAÇÃO BRASIL CINEMUNDI: WORLD CINEMA FUND(Alemanha), NUEVAS MIRADAS – EICTV(Cuba), BIOBIOCINE(Chile), CONECTA – CHILE DOC(Chile),  MAFF(Espanha), DOCSP(Brasil), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), VENTANA SUR(Argentina), INSTITUTO OLGA RABINOVICH / PROJETO PARADISO(Brasil)

APOIO: CAFÉ 3 CORAÇÕES.

REALIZAÇÃO: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO| GOVERNO FEDERAL