CONHEÇA OS CONVIDADOS PARA O DEBATE INAUGURAL DA CINEBH

O audiovisual e o teatro sempre estiveram próximos um do outro. Pelo menos é assim que Germano Melo, Grace Passô e Juracy de Oliveira têm construído as próprias carreiras. A base no teatro, explorações no cinema, retorno palcos e assim sucessivamente. É para falar sobre isso que eles – todos atores, diretores e dramaturgos – se encontram com a crítica e curadora de teatro Luciana Eastwood Romagnolli na primeira noite da CineBH. O debate para discutir de que modo as redes, entre elas a internet, foram imprescindíveis para manter a arte viva neste período pandêmico. A mediação será de Pedro Butcher.

Foi tudo rápido e está durando mais tempo do que todos esperávamos. Inicialmente, houve uma espera. Depois, pouco a pouco, as artes da cena começaram a explorar de maneira ainda mais vertical outros espaços virtuais. Foi aí que os recursos do audiovisual se tornaram imprescindíveis. 

Germano, Grace e Juracy, que começaram as respectiva carreiras nos palcos, apresentam na CineBH seus trabalhos híbridos, criados em período de isolamento. Por exemplo, Germano dirigiu o curta Coisas úteis e agradáveis em parceria com Ricardo Alves Jr. O trabalho é livremente inspirado no conto “As Cartas de Amabed”, de Voltaire, que o ator montou para o teatro em 2016. A nova versão dialoga com as particularidades de nosso tempo. 

Já Grace Passô apresenta República. O curta, criado durante a quarentena, estreou em maio de 2020. Ao longo de 15 minutos o filme discute o fim do Brasil.  Juracy de Oliveira é fundador do Coletivo Pandêmica, o destaque da 14ª CineBH e diretor de 12 pessoas com raiva, a performance de abertura. A montagem, que já nasceu como um experimento online, simula um júri que deve chegar a um veredito unânime sobre um crime. 

Ou seja, os artistas em destaque na Mostra Temática estão reunidos neste debate para conversar sobre as obras que criaram durante a pandemia e as implicações deste momento histórico sobre a cultura do teatro e do audiovisual. 

***

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você para seguir a Universo Produção/CineBH/Brasil CineMundi nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores da CineBH e Brasil CineMundi, acompanhar a evolução e notícias dos eventos e receber conteúdos exclusivos. Canais e endereços:

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2020

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: www.brasilcinemundi.com.br / www.cinebh.com.br / www.universoproducao.com.br

No Instagram: @universoproducaoNo Youtube: Universo ProduçãoNo Twitter: @universoprod

No Facebook: brasilcinemundi/ cinebh / universoproducaoNo LinkedIn: universo-produção

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

***

SERVIÇO

14ª CINEBH – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE 

BRASIL CINEMUNDI – 11th INTERNATIONAL COPRODUCTION MEETING 

29 de outubro a 2 de novembro de 2020

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

PATROCÍNIO: COPASA, CEMIG |GOVERNO DE MINAS GERAIS 

PARCERIA CULTURAL: SESC EM MINAS, GOETHE-INSTITUT, CASA DA MOSTRA

PARCEIROS BRASIL CINEMUNDI: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, INSTITUTO FRANCÊS BRASIL PARA O ESTADO DE MINAS GERAIS DOT, MISTIKA, PARATI FILMS, CTAV E ATELIÊ BUCARESTE

COOPERAÇÃO BRASIL CINEMUNDI: WORLD CINEMA FUND (Alemanha), NUEVAS MIRADAS-EICTV (Cuba), BIOBIOCINE (Chile), CONECTA-CHILE DOC (Chile), MAFF (Espanha), DOCSP (Brasil), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), VENTANA SUR (Argentina), INSTITUTO OLGA RABINOVICH/PROJETO PARADISO (Brasil)

APOIO: INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL E CAFÉ 3 CORAÇÕES.

IDEALIZAÇÃO E REALIZAÇÃO:UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO | GOVERNO FEDERAL