QUEM É WELKET BUNGUÉ E POR QUE VOCÊ DEVERIA PRESTAR ATENÇÃO NA FILMOGRAFIA DELE

A CineBH sempre prepara atividades formativas e debates para ampliar a discussão sobre cinema e a sua relação com outras artes. Dessa forma, uma das masterclasses internacionais da 14ª edição é Corpo em transe, linguagens em trânsito, com o ator e realizador da Guiné-Bissau, Welket Bungué.

Além da masterclass, haverá também a Sessão Welket Bungué, apresentando ao público curtas-metragens de diferentes estilos e formatos com atuação e direção do artista. A ideia é tentar capturar um pouco da multiplicidade de Bungué e focar em trabalhos que buscam na linguagem audiovisual uma potencialização da performance ao vivo, além de refletir sobre a diáspora africana. 

Por isso, conheça a seguir um pouco mais da carreira de Welket Bungué. Um destaque recente foi a atuação no filme Berlin Alexanderplatz, de Burhan Qurbani. O longa concorreu ao Urso de Ouro no 70º Festival de Berlin. 

Origens e carreira

Nasceu na Guiné-Bissau, em 1988. É da etnia balanta, um grupo étnico nigero-congolês da Guiné-Bissau, da Gâmbia e do Senegal. Iniciou a carreira artística em 200. Em seguida, licenciou-se em teatro pela Universidade de Lisboa e fez pós-graduação em performance na UniRio, no Rio de Janeiro. Atualmente integra a companhia de teatro Mala Voadora, de Portugal, é Membro Permanente da Academia Portuguesa de Cinema (desde 2015) e é, também, co-fundador da produtora Kussa. 

Entre atuações e performances premiadas no cinema, na televisão e no teatro, também se desenvolveu como realizador e, hoje, soma dezenas de filmes nos quais exerceu diferentes funções entre atuação e direção. Seis desses filmes estão presentes na programação da 14ª CineBH e podem ser vistos de 30 de outubro a 2 de novembro gratuitamente pelo site. Confira aqui.  

A masterclass será realizada no dia 1 de novembro, às 15h. Confira aqui mais informações, se inscreva no nosso site e agende para não perder.

A filmografia

A exemplo das produções presentes na programação da CineBH, a narrativa de Bungué é associada à performance, apresentando aspectos os quais não é possível distinguir claramente o limite com a linguagem cinematográfica. Isso, de acordo com a curadoria da mostra, tornou a passagem pela produção do artista obrigatória. 

Além disso, os filmes falam sobre temas importantes. Corre quem pode, dança quem aguenta, por exemplo, é uma ficção que se passa no Rio de Janeiro a partir de uma manifestação contra o preço das passagens de ônibus. Durante oito minutos de filme, as discussões passam pela violência estrutural presente na sociedade e a reflexão sobre corpos negros. 

Em resumo, é uma filmografia para se prestar atenção por causa da experimentação na linguagem, que une, teatro, performance e cinema e também pelos temas discutidos, como violência policial, divisão  de classes, acesso e questões políticas.

***

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você para seguir a Universo Produção/CineBH/Brasil CineMundi nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores da CineBH e Brasil CineMundi, acompanhar a evolução e notícias dos eventos e receber conteúdos exclusivos. Canais e endereços:

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2020

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web: www.brasilcinemundi.com.br / www.cinebh.com.br / www.universoproducao.com.br

No Instagram: @universoproducaoNo Youtube: Universo ProduçãoNo Twitter: @universoprod

No Facebook: brasilcinemundi/ cinebh / universoproducaoNo LinkedIn: universo-produção

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

***

SERVIÇO

14ª CINEBH – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE 

BRASIL CINEMUNDI – 11th INTERNATIONAL COPRODUCTION MEETING 

29 de outubro a 2 de novembro de 2020

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

PATROCÍNIO: COPASA, CEMIG | GOVERNO DE MINAS GERAIS

PARCERIA CULTURAL: SESC EM MINAS, GOETHE-INSTITUT, CASA DA MOSTRA

PARCEIROS BRASIL CINEMUNDI: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, INSTITUTO FRANCÊS BRASIL PARA O ESTADO DE MINAS GERAIS DOT, MISTIKA, PARATI FILMS, CTAV E ATELIÊ BUCARESTE

COOPERAÇÃO BRASIL CINEMUNDI: WORLD CINEMA FUND (Alemanha), NUEVAS MIRADAS-EICTV (Cuba), BIOBIOCINE (Chile), CONECTA-CHILE DOC (Chile), MAFF (Espanha), DOCSP (Brasil), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), VENTANA SUR (Argentina), INSTITUTO OLGA RABINOVICH/PROJETO PARADISO (Brasil)

APOIO: INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL E CAFÉ 3 CORAÇÕES.

IDEALIZAÇÃO E REALIZAÇÃO:UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO | GOVERNO FEDERAL